Postado em 24 de Setembro de 2018 às 09h43

Dicas para vender produtos de porta a porta

Dicas (36)

O Brasil é o quinto mercado mundial em venda direta: a famosa venda porta a porta. O País fica apenas atrás do Japão, Estados Unidos, Alemanha e Itália. Entre os diversos motivos do sucesso deste tipo de negociação estão o relacionamento pessoal e a possibilidade de experimentação antes da compra.

De acordo com o professor de marketing do Senac de Bauru, SP, Ivanil Aparecido Pinheiro, muitas pessoas complementam a renda familiar com a venda de produtos em seus locais de trabalho e, nas horas vagas, visitando residências. “Elas acabam descobrindo suas potencialidades comerciais e esse tipo de comércio informal ensina ou motiva a tomada de decisão para a criação de oportunidades empreendedoras”, explica o professor.

Para ser sempre bem-vinda

Além da boa apresentação dos seus produtos, com embalagens caprichadas e decoradas, por exemplo, o vendedor deve se preocupar com a aparência pessoal, com o que fala, o tom de voz e até a forma de apertar a campainha. “O grande desafio é adentrar ao território sagrado do cliente, que é a residência. Esse é o primeiro objetivo a ser superado”, alerta Ivanil. Todavia, quando o assunto é venda, há espaço não só em residências, mas também em empresas, escolas, parques e outros locais públicos.

Hoje não, obrigada!

Para evitar uma negativa do cliente na hora da venda, Ivanil dá dicas de como agir e do que não fazer durante o oferecimento dos produtos.

O profissional de vendas deve ter disposição e, literalmente, suar a camisa. Habilidades como boa comunicação, bom relacionamento e envolvimento com aspectos que caracterizam a região e os clientes são essenciais.

A criatividade é um elemento fundamental na hora da venda, pois é necessário buscar constantemente alternativas para se aproximar do potencial comprador.

Não se deve forçar o contato durante uma abordagem para não tornar-se inconveniente. Se o morador da casa, por exemplo, não quiser atender, é direito dele.

A descrição é um ponto crucial. Como se estabelece uma relação de proximidade entre cliente/vendedor, cabe ao vendedor ser extremamente ético sobre o que ver e ouvir nos locais de venda.

A capacitação é essencial para um bom vendedor. Procure participar de cursos rápidos sobre marketing e aprimore suas técnicas.

Fonte: Alto Astral

Veja também

3 dicas para uma estratégia de vendas efetiva durante as férias14/12/17 Final de um ano, as férias estão aí e nesse período os consumidores estão com mais tempo e mais propensos para comprar. A crise econômica pode até colocar um certo freio no consumo de modo geral, mas, ainda assim, seu negócio deve se manter atento em sua estratégia de vendas nessa época em que as demandas estão mais estimuladas. 1 -......
Técnica de Vendas Abordadas em Visitas!20/02/17 Abordagem ao cliente, talvez um dos assuntos mais importantes para o bom vendedor. Tenha sempre em mente ao abordar seu atual ou novo cliente: entusiasmo, planejamento e preparação. Assim você já terá 50% da venda efetuada,......
Despesas, custos e gastos na revenda22/10/18 Você sabe a diferença entre despesas, custos e gastos na revenda? É muito importante saber a diferenciação entre cada termo desses para conseguir ter maior controle financeiro das suas contas. Tanto os custos quanto os......

Voltar para Notícias